23 setembro 2007

 

Ontem como hoje


Em julho em Setúbal houve um excelente concerto com Francisco Fanhais, José Mário Branco e Tino Flores. Na altura, o primeiro leu uma parte de uma declaração do Zeca Afonso aquando de um concerto de solidariedade pela doença deste e que Fanhais gentilmente nos cedeu para reprodução:

"(...)Mas esta festa não pode ser só uma homenagem a um homem: seria bem pouco. Tem que ser também um encontro de pessoas que recusam a anestesia que o sistema nos quer impingir e, sobretudo, um apelo à juventude, para que se mantenha sempre um espírito crítico e uma atitude de esclarecida resistência, face aos pseudo-valores que a sociedade capitalista nos pretende impor.

E se é certo que a situação actual não é a mesma de antes do 25 de Abril, importa manter a capacidade de indignação e sermos capazes de rejeitar a hipocrisia dos detentores do poder.

Encontrando-me actualmente numa fase de pouca actividade física, reafirmo a disposição de me deslocar mais tarde a Braga, onde espero reencontrar os amigos, e dialogar e conviver com os jovens e com todos aqueles para quem a justiça e a fraternidade são a razão de uma luta."

(Outras leituras relacionadas n'O Bitoque: 1, 2; Imagem retirada da Associação José Afonso)

Comments:
Espero que o Fanhais ande com uma cópia do original!

Ele lê essa carta tantas vezes que um dia desaparece.

Mas é bem recordar, otexto é lindo, alias é do Zeca!
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt