15 junho 2007

 

A "chária" católica


O Vaticano, que considera o aborto um assassinato, pediu aos católicos que retirem o seu apoio à Amnistia Internacional, acusando-os de promover o aborto. O cardeal Renato Martino, avançando argumentos medievais, disse ainda que o Vaticano cancelou o seu financiamento à organização.

A A.I. entretanto clarificou que a sua posição é simplesmente a de apoiar o aborto quando a mulher está em perigo de vida ou quando os direitos humanos são postos em causa, como no caso de violações e incesto. E esclareceu também que o Vaticano nunca fez doações à organização, pois a A.I. só aceita doações individuais.

Apesar de 45 milhões de gravidezes serem terminadas todos os anos e de quase 70 mil mulheres morrerem anualmente por abortos inseguros, o Vaticano continua a insistir que as mulheres não têm direitos sexuais e reprodutivos. Só falta mesmo ameaçarem os cristãos que apóiem a A.I. de excomunhão, como cá se fez a quem votasse sim no referendo. E enquanto nos distraem com constantes ataques ao islamismo, a igreja católica vai exercendo o seu fundamentalismo.

Comments:
entre AI e Vaticano, venha deus e escolha.
 
Concerteza que na AI sao uns grandes FDP e tudo mais que lhes queiras chamar. Mas meter tudo no mesmo saco e siga serve de pouco. E' muito mais grave -- e importa dize-lo -- o que o fanatismo catolico anda a fazer, aqui e no oriente. Nao concordas?
 
sinceramente, os lacaios do capital para mim não se distinguem desde que o façam por vontade própria. afinal de contas são todos alimentados por ele. são diferentes instrumentos da classe dominante. uns pregam salvação, outros pregam a consciência tranquila para quem não pode lavar as mãos mas finge que sim.

sobre o papel do fanatismo católico no oriente ou aqui, não me parece que a sua raíz seja a igreja. as relações de classe e a correlação de forças no mundo põe cada um a fazer o que tem de fazer. o papel da IC assume hoje este destaque porque a manutenção do capitalismo assim o exige.

além disso, julgo que é mais preocupante o fanatismo católico na América Latina, onde esperemos não venha a condenar as almas bolivarianas.

Mas nenhuma religião é boa. o catolicismo não é melhor. o evangelismo cristão...? o budismo tibetano...? e tantas outras religiões estupefacientes...

respondendo à tua pergunta. a natureza da AI é diferente da da IC, claro. tal como são diferentes as dimensões dos seus impactos. no entanto, nem uma nem outra me merecem qualquer simpantia ou condescendência.
 
resta dizer apenas que, de facto, a amnistia nasce de uma causa justa.

a IC, não sei...
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt