22 maio 2006

 

A segunda posta n’obitoque sobre futebol


Não é caso para um tipo se indignar. É mais motivo para desconsolado suspiro.

O grande farol da actualidade nacional, o Público, tem com frequência semanal inquéritos à margem da sua versão de Internet. As perguntas são despachadas sem grande reflexão, do género acha que: o Soares fez bem em se candidatar, se o Soares tem ar cansado, se o Soares faz bem em comer carne de vaca, e sempre um assertivo “sim” ou “não”.

Até a banalidade vem em graus, e esta semana estamos em ponto alto, a grande questão é se Scolari acertou na escolha da selecção portuguesa de futebol. Ao invés de outras semanas, porque o tema é de grande importância, há ainda a opção de opinar sobre cada jogador da selecção, colorindo a lista com: Muito boa, boa, assim-assim, má, muito má. É um exemplo de inquérito reflectido, sobretudo na escolha literária do “assim-assim.”

Será que o Público quer mesmo a nossa opinião, solícito de participação democrática? Mais ninguém a parece querer, sobretudo os nossos representantes parlamentares. Mas não, estes inquéritos só servem para a breve distracção e a inútil interactividade. Com sorte as perguntas motivam talvez umas visitas curiosas a ver a votação, como deve ser o caso já que os votantes desta última rondam os quatro mil, para júbilo dos webmasters.

E agora o suspiro, é que sobre as escolhas do mister Scolari não tenho opinião.

Comments:
Eu já lá fui deixar a minha opinião.
:)

E que dizer da mais bela bandeira do mundo? A redução da mulher a ser bela e a sua mobilização para apenas estes objectivos é profundamente deprimente. A Joana Amaral Dias fez um bom artigo no DN de hoje sobre isto.
 
Exacto... A mobilização de 30 000 mulheres para fazer o raio da bandeira foi chocante. Entrevistaram umas que vinham de Celorico da Beira! E outras de Trás-os-Montes! Além da redução do papel da mulher, como disse o Samir Machel, é apercebermo-nos de que pode haver mobilização, mas só para coisas tão fúteis e desprovidas de consequências como a construção da bandeira em honra do Mundial de Futebol, enquanto a Dulce Pontes entoa o hino com uma bandeira enrolada ao peito e aconchegada no coração...

E, além da votação maravilha do Público, é ver a multiplicação de programas de rigorosa e intelectual análise do nosso futebol nos canais noticiosos... Agora com o Mundial então!!!
 
vou estar o mês de junho praticamente fora de portugal, por força de viagens de trabalho.

a única coisa que me conseguem dizer é que vou perder o mundial.

será que há vida para além da bola?
 
Há, mas esses são a minoria...
Btw, Portugal!!!! \o/

Nota para "mistica feminina": não te esqueças da(s) minha(s) prenda(s) :D
 
E as bandeiras começam a ser hasteadas...
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt