03 janeiro 2008

 

Na TV, a selva


As imagens do conflito no Quénia misturaram-se com o Natal. Uma travessa de filhoses embebidas de vinho espirituoso e na TV negros de pedras na mão.

A notícia só a ouvi pela rádio, teve que ser em inglês pela BBC: o actual presidente Mwai Kibali reclamou vitória eleitoral depois de ter sido segundo em quase todas as sondagens, e descobri que nalguns distritos eufóricos a participação eleitoral ficou acima dos 100%.

Quando se diz que as imagens contam histórias, esquecem-se de acrescentar que contam sempre as mesmas histórias. Para o Telejornal trata-se de uma reposição do filme Hotel Ruanda, ou a mesma confusão escura que os olhos brancos não querem aprender a interpretar, e que o racismo luso trata com indiferença. O tribalismo é acusado pela violência que soma já centenas de mortes. E fica-nos a conclusão que os quenianos são interesseiros colectivistas, presos pelo laço étnico, e dispostos ao genocídio para usufrir de corrupto privilégio. “Matam-se por umas migalhas, os desgraçados. Que bem que se está aqui entre as filhoses.”

Inventou-se a matriz étnico-tribal para ocultar que em África há ricos e pobres, lacaios das vontades do lucro nacional, ocidental e oriental, contra gente que luta por uma democracia genuína. No ocidente, a violência é um tabu e um fetiche. Por um lado, distrai-se da violência que está bem perto, aquela que é perpetrada pelos ocidentais contra outros povos e contra os seus. Por outro, oferecem-nos uma orgia do crime e do sangue distante, daqueles que nos são estranhos em cor de pele e geografia, como tempero para a janta.

Comments:
É certo que em África existem "muito" ricos e muitos pobres, situação a que não é estranha a permanente consolidação da partilha obscena e do saque impiedoso de um continente, prévia e habilmente esquartejado, a régua e esquadro, numa geometria atentatória da idiossincrasia e da liberdade dos povos autóctones, por aqueles que sempre se banquetearam com as filhós e o bolo-rei.
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt