16 janeiro 2008

 

Arrábida


No país do faz-de-conta os pescadores não podem pescar na área do Parque da Arrábida porque destroem o habitat. No Parque, os pequenos proprietários também pouco ou nada podem fazer, afinal aquilo é uma área protegida. Já a casa do Nobre Guedes, as pedreiras e a Secil fazem bem ao ambiente. Como não era suficiente pode-se sempre adicionar a co-incineração, um método caído em desuso noutros países. Uma verdadeira co-incineração do futuro de Setúbal e das terras à volta, com a contribuição de tribunais faz-de-conta.

Comments:
Essa tua questão de Sesimbra...venham os copos de vinho e a discussão!
 
A vizinha é que era capaz de não gostar...
 
Tribunais de faz-de-conta e legislação de faz-de-conta... Estudos de Impacte Ambiental (EIAs) com 8 anos serem válidos é completamente ilegal...
Lá dizia o outro: uma coisa é o país legal, outra o país real.
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt