23 janeiro 2008

 

935


A administração Bush mentiu e usou falsos pretextos para a invasão do Iraque. O que muita gente denunciou foi agora contabilizado por dois jornalistas, que usaram uma base de dados compilando informação de discursos, entrevistas, briefings, relatórios, livros ou outros durante os dois anos posteriores ao 11 de Setembro de 2001.

Este estudo contabilizou 935 comentários falsos. As maiores reincidências (por 532 vezes) foram que o Iraque tinha armas de destruição massiva (ADM), que o estava a tentar produzir ou obtê-las, ou tinha laços com a Al-Qaeda, ou todas as anteriores.

Em termos de personalidades, Bush ficou à frente com 259 mentiras, 231 sobre ADM no Iraque e 28 sobre os laços com a Al-Qaeda. Logo, logo atrás ficou Colin Powell com 254, 244 sobre ADM no Iraque e 10 sobre o Iraque e Al-Qaeda.

Não consegui aceder ao relatório original, mas fica aqui a notícia com as referências.

Comments:
"There's no doubt in my mind when history was written, the final page will say . . ."
http://onegoodmove.org/1gm/1gmarchive/2008/01/the_future_past.html
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt