06 janeiro 2008

 

O casino da democracia


Chamam-se Iowa Electronic Markets. Quem participa adquire títulos (ou “futuros”) que auferem uma recompensa de 100 dólares se o candidato presidencial escolhido for nomeado. Os títulos podem ser comprados e vendidos. Hoje um título “Obama” compra e vende a 55 dólares, e um título “Clinton” compra e vende a 41 dólares. O racional é que um título que rende $100 a 30% de probabilidade merece ser adquirido se estiver à venda a menos de 30 dólares, o que a seu tempo eleva o preço do título ao nível de probabilidade prevista pelos aderentes.



Os enamorados do mercado, consagrado como a relação social feita das mais puras e sinceras vontades, argumentam que estes Political Prediction Markets são melhores agregadores de informação que as sondagens e aptos previsores dos resultados eleitorais. Talvez sejam, até porque quem participa estuda bem as sondagens.

A mim interessa-me mais esta banal semelhança entre mercado e jogo. Nas casas de apostas também se vendem títulos, sendo a relação entre aposta e remuneração fixada pela banca. Ladbrokes dá 1/3 para uma aposta em Obama e 9/4 a apostas em Clinton para a candidatura presidencial Democrata. A metamorfose de uma “aposta” em “futuro” é subtil: permitir a compra e venda do título. A banca que emitiu os futuros sacou no primeiro momento um rendimento garantido, e só reemerge para redimir os títulos vencedores. Depois a banca torna-se invisível, porque os participantes trocam, baixam e sobem preços, fazem ganhos e perdas especulativas, e a dinâmica parece ser uma democrática criação dos jogadores . Em vez de um momento único de drama e revelação, no mercado-jogo acumulam-se perdas e ganhos. O apostador perde-se da contabilidade direta do que ganhou ou perdeu.

O mercado é a engenharia social da amnésia e da miopia, até quando pretende prever o futuro.

Comments:
Está bem.
Até dessa merda há quem faça aposta.
E depois?
 
Entao, ninguem, ninguem, ninguem leva isto a serio. Compra-se e vende-se o resultado de uma eleicao como se compra e vende shampoo, ou como se aposta nos cavalos.
 
Publicar um comentário

<< Home


   

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

   
   
Estou no Blog.com.pt